Start-Up Brasil é premiado em concurso nacional de inovação
26/09/2016

Start-Up Brasil é premiado em concurso nacional de inovação

O programa Start-Up Brasil, inciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) com gestão operacional da Softex em parceria com aceleradoras, ficou com a segunda colocação entre os projetos vencedores do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal. O resultado foi anunciado na noite desta terça-feira (20) em Brasília pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP). O concurso contou com a participação de 102 concorrentes.

O Concurso Inovação tem o objetivo de estimular a implementação de iniciativas inovadoras de gestão em organizações do Governo Federal, de disseminá-las e de valorizar servidores públicos que atuam de forma criativa. O prêmio tem alcançado sucesso ao longo desses 20 anos, somando no período, 1.934 práticas inscritas e 362 iniciativas premiadas.

“O Programa Nacional de Aceleração de Startups, o Start-Up Brasil, reflete a prioridade conferida pelo Governo ao setor de TI, que tem se revelado extremamente estratégico para o Brasil em um mundo que cada vez mais recorre à tecnologia e à informação como fontes para o desenvolvimento econômico e social. Nós continuaremos fazendo do Programa uma prioridade, apoiando-o e buscando constantemente o seu aperfeiçoamento”, destaca Gilberto Kassab, Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Na visão de Maximiliano Martinhão, Secretário de Política de Informática (Sepin) do MCTIC, “esse reconhecimento coroa o trabalho pioneiro desenvolvido pelo Start-Up Brasil, sob a gestão da Softex e destaca a importância para o país de se criar as condições necessárias para viabilizar empresas nascentes de base tecnológica que possam alcançar o sucesso e chegar ao mercado com seus produtos e soluções graças a um trabalho consistente de apoio a esse ecossistema”.

O Start-Up Brasil, integra uma das ações da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) que elegeu as TICs entre os programas prioritários para impulsionar a economia brasileira.

Lançado em novembro de 2012, o Start-Up Brasil realiza chamadas públicas para qualificar e habilitar aceleradoras e para a seleção de empresas nascentes de base tecnológica. O programa apoia atualmente 183 startups nacionais e internacionais, possui uma rede de 18 aceleradoras em oito estados brasileiros e mais de 50 parceiros públicos e privados.

Voltar