Ministro assina convênio com Portugal para internacionalizar startups brasileiras
22/11/2016

Ministro assina convênio com Portugal para internacionalizar startups brasileiras

Documento assinado na Fiesp prevê o intercâmbio e a reciprocidade no uso das incubadoras. Para Gilberto Kassab, o programa Start-Up Brasil é a maior iniciativa do governo federal para estimular as empresas de base tecnológica.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, participou nesta quarta-feira (16) da cerimônia de assinatura de um convênio entre o governo de Portugal e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para estimular a internacionalização de empresas nascentes de base tecnológica. O documento, também assinado pelo ministro da Economia de Portugal, Manuel Caldeira Cabral, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, prevê o intercâmbio de startups e a reciprocidade no uso das incubadoras no Brasil e em Portugal.
Segundo o ministro português, o objetivo é abrir espaço para as startups brasileiras em Portugal. Já o presidente da Fiesp destacou a importância do empreendedorismo para o Brasil e citou o Concurso Acelera Startup.
De acordo com o ministro Gilberto Kassab, o programa Start-Up Brasil é a maior iniciativa do governo federal para estimular as empresas de base tecnológica. “O Start-Up Brasil reflete a prioridade conferida pelo governo ao setor de tecnologia da informação, que tem se revelado extremamente estratégico para o país em um mundo que cada vez mais recorre à tecnologia e à informação como fontes para o desenvolvimento econômico e social.”
Por meio de chamadas nacionais e internacionais, lançadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o programa já apoiou 183 empresas de 17 estados e 13 países desde 2012. A ação integra o Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI Maior).

Voltar